Obra sustentável: construa ou reforme sem causar danos ao meio ambiente

set 15, 2022Gestão de obras0 Comentários

Obra sustentável, um termo tão bonito na teoria, mas que na prática pode ser algo um pouco complicado de se aplicar. Isso porque, em um canteiro de obras ou até uma pequena reforma, sempre há muitas pessoas com pensamentos diferentes.

Estamos falando do arquiteto, engenheiro, pedreiros, donos da obra/reforma, dos fabricantes das matérias primas, fiscais e tantos outros envolvidos que, de alguma forma, acabam tendo ligação com um projeto.

Você e seu arquiteto, por exemplo, podem até ter um ótimo planejamento para uma obra sustentável, mas se o pedreiro que a executa, não pensar da mesma maneira, os planos poderão ser prejudicados.

Diante disso, resolvemos escrever esse conteúdo para quem deseja aplicar de verdade, um método sustentável em sua obra. Portanto, nosso foco aqui, é falar sobre a sustentabilidade durante a execução de uma obra ou reforma de qualquer projeto.

Desejamos uma ótima leitura!

O que é sustentabilidade em uma obra

Ter uma casa ou qualquer outro imóvel sustentável vai além dos métodos utilizados para diminuir os impactos na natureza quando ele já está pronto. É isso mesmo que você leu, a aplicação da sustentabilidade deve existir já nos “primeiros passos” de uma obra.

Afinal, não adianta investir em altas tecnologias sustentáveis depois que tudo estiver pronto, se na execução do projeto não houve nenhum cuidado com o meio ambiente.

A sustentabilidade de uma obra começa na escolha de um terreno que não afete a fauna e a flora ao seu redor, nos primeiros esboços de uma planta de uma casa, mas antes de tudo, na mente de quem executará todo o projeto.

Cuidar do meio ambiente é um dever dos profissionais da construção civil e por isso, pensar em todos os detalhes para evitar danos ao planeta é essencial para o bem-estar de todos.

Incentivo ao pensamento sustentável

Como falamos acima, para que uma obra seja sustentável, todos devem compartilhar do mesmo pensamento. Por isso, antes de iniciá-la procure por profissionais que sejam, realmente, capacitados a fazerem o serviço.

Ao começarem colocar a mão na obra, literalmente, procure orientar (você diretamente ou peça ao engenheiro/arquiteto) e deixar claro aos pedreiros e auxiliares a importância do comprometimento com uma obra sustentável.

Lembre-se que estamos falando aqui, da execução, portanto, os cuidados a serem tomados já partem do descarte irregular dos lixos “pessoais” na obra, ou seja, copos de plásticos, embalagens de comida, marmitas de isopor, garrafas pets e demais resíduos que eles acabarem gerando.

Uma dica é disponibilizar uma lixeira de uso exclusivo dos funcionários e assim, o lixo não irá para a rua e nem ficará jogado pelo canteiro de obra. São pequenas atitudes como essa que abrirão as portas para uma obra sustentável.

Outra forma de incentivar o pensamento sustentável é, quando possível e em casos de obras maiores com mais tempo de duração, levar palestras e/ou workshops sobre o assunto aos trabalhadores.

Obra sustentável: tenha um bom planejamento

Nesse quesito, incluímos a sustentabilidade a partir do momento que planejamos a compra dos materiais necessários para a construção ou reforma do imóvel.  

Se o plano for bem feito, você não terá prejuízo financeiro e ainda, contribuirá para que nenhum elemento seja feito a mais, além de diminuir os resíduos eliminados ao meio ambiente.

Reaproveitamento da água da chuva para uma obra sustentável

Sem dúvidas a água é o recurso natural que mais devemos ter cuidado na hora de construir ou reformar, pois ela é muito utilizada em todas as etapas da obra.

Reaproveitar a água da chuva, além de evitar o desperdício de um bem cada vez mais escasso é também, garantir a sustentabilidade de sua obra.

Lembre-se que não adianta fazer qualquer obra seguindo as leis de preservação ambiental se, durante sua execução, os profissionais não utilizarem a água de forma responsável.

Utilizando um sistema próprio de captação da chuva e seguindo as normas impostas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para a reutilização do recurso é possível ter uma obra sustentável.

A água captada pode ser usada em todo o canteiro de obra, desde as descargas dos vasos sanitários até a lavagem dos equipamentos, ferramentas e ainda para apagar algum foco de incêndio que possa surgir na obra.

Ah, mas aqui vai um alerta, certifique-se de que o reservatório ficará sempre bem fechado e que não haja nenhum outro ponto de água parada em sua obra. Isso evitará a criação e proliferação de mosquitos da dengue.

Separação, descarte e reciclagem dos materiais  

Outro ponto importante para uma obra sustentável é a separação de todos os resíduos. Sabe todo aquele material que não serve mais para a construção ou reforma? Então, separe tudo e descarte de maneira correta.

Vidros, cerâmicas, tijolos quebrados, madeiras, papelão, tintas, plásticos, papéis, aço, solventes, óleos, entre outros materiais que podem ser separados e até reciclados.

Todo o cuidado é pouco na hora de descartar os resíduos, principalmente, óleos e tintas que podem poluir nascentes e rios. Existem muitas empresas e/ou órgãos públicos que coletam esses tipos de materiais, entre em contato com algum e evite danos a natureza.

obra sustentável

Doe ou troque o que não utilizar mais 

Além da reciclagem, você pode doar materiais de construção que não utiliza mais para pessoas carentes. Muitas ONGs arrecadam esses itens para reformar e até construir casas de pessoas carentes.

Dessa forma, você ajuda tem uma obra sustentável e ajuda o próximo. Quer mais uma solução para aquele momento de materiais de construção parado? Procure por lojas que promovam campanhas de trocas de itens.

Materiais ecológicos que podem ser utilizados

Que tal algumas dicas de materiais ecológicos para que você possa utilizar em sua obra e a torná-la ainda mais sustentável? Separamos alguns materiais que

podem ser interessantes e são amigos do meio ambiente. Confira:

Tijolos ecológicos

Esse material talvez um pouco desconhecido por você, mas já usado em muitos lugares pelo país, é composto por resíduos de construção civil, ou seja, a partir da reciclagem de outros elementos que seriam descartados e acabaram virando tijolos ecológicos.

Outro exemplo de material do tipo são os chamados replast, tijolos feitos com plásticos, especialmente, os retirados dos mares e oceanos. Quer maior sustentabilidade do que essa?

Os benefícios dos tijolos ecológicos são o próprio reaproveitamento, redução de gastos e facilidade para fabricá-los, diminui o uso de outras matérias primas (já que não é preciso utilizar argamassa, adesivos ou colas para construir com esses tijolos) e o melhor, sua produção não emite gás carbônico e nem elimina resíduos plásticos que possam poluir a natureza.

Uma vantagem bônus, a utilização de tijolos ecológicos fomenta a geração de emprego, principalmente, em cidades menores e do interior, uma vez que pessoas passam a ter uma nova oportunidade de trabalho.

Obra sustentável: tintas ecológicas

Que tal colorir sua casa ou sala comercial com tintas feitas a partir de matérias primas, totalmente, naturais? Já existe no mercado esse material que contem em sua composição água, argila, óleos naturais, plantas, vegetais, entre outros elementos.

Por não ter COVs (Compostos Orgânicos Voláteis), as tintas são ainda mais sustentáveis, pois não eliminam nenhum resíduo tóxico na atmosfera. Outros benefícios são o fato de dispensarem em sua composição, o uso de qualquer material sintético. Dessa forma, em caso de demolição de algum imóvel fica descartado a contaminação do solo e os pintores não correm riscos de saúde.

Telhado verde

Seu imóvel com telhado de plantas, topa? Essa é uma iniciativa que contribui e muito, para a preservação do meio ambiente e aumento da qualidade do ar. Basicamente, o telhado verde deve ser feito por uma empresa experiente na área. Portanto, não vai sair plantando grama em seu telhado sem um sistema correto, ok?

Brincadeiras a parte, esse tipo de cobertura é instalada seguindo alguns padrões e sistemas que, depois de pronta, contribui muito para um mundo mais sustentável.

obra sustentável

Os benefícios são diversos, mas vamos destacar aqui os principais, como:

  • Reduz a poluição do ar, já que pode “captar” o gás carbônico;
  • Armazenar água da chuva por um sistema próprio;
  • Contribuir para a formação de um eco sistema, uma vez que pode atrair pássaros, borboletas, joaninhas e outros insetos que não trazem riscos aos humanos;
  • Garante proteção térmica e acústica do seu imóvel;
  • Forma uma paisagem linda e serve de exemplo para outras pessoas;
  • Em uma empresa, pode gerar certificações sustentáveis.

Sem dúvidas, um telhado verde é uma ótima opção para quem quer ter uma obra sustentável!

Obra sustentável: bioconcreto

Agora, uma dica um pouco mais científica. De acordo com a startup Celere, o bioconcreto é um tipo de concreto que utiliza bactérias em sua composição.

Segundo a especialista da empresa, Carolina Andrade Souza, “no momento em que o concreto começa apresentar fissuras e permite a entrada de água e ar, as bactérias são ativadas e passam a consumir o lactato de cálcio e o oxigênio disponível. Como resultado do seu processo de digestão, produz-se calcário, que repara e sela as fissuras no bioconcreto”.

Esse material é sustentável, pois diminui o impacto ambiental causado por materiais da construção civil. Já que as bactérias são capazes de reparar sozinhas as rachaduras, logo, não se fazem necessária a utilização de tantas matérias primas que podem ser poluentes.

Infelizmente, o bioconcreto ainda é uma realidade um pouco distante no Brasil, mas sabemos que existe uma esperança para o futuro do meio ambiente. Incrível, não é mesmo?

obra sustentável

Dicas extras de materiais ecológicos

Bom, antes de encerrar o assunto sobre obra sustentável, queremos deixar mais algumas dicas de materiais que podem ser utilizados. São eles:

  • Argamassa de argila;
  • Bambus;
  • Construções feitas com containers marítimos;
  • Uso de vidros inteligentes para o controle da luz;
  • Lâmpadas em LED;
  • Blocos de adobe;
  • Por fim, isolantes ecológicos (jornal, papelão, plástico de garrafas pets, tecido jeans, caixas de leite, etc).

Faça sua parte, cuide do meio ambiente!

Ufa, quando o assunto é sustentabilidade, sem dúvidas, o conteúdo rende, não é mesmo? É fato que existem milhares de outras formas de tornar a execução da sua obra mais sustentável. Porém, trouxemos aqui as principais dicas para te ajudar a colocar essa ideia em prática.

Deixamos clara a importância de incentivar o pensamento sustentável em todos os profissionais envolvidos em uma obra. Seguindo tudo o que colocamos, você contribui para o futuro de um planeta mais sustentável!

Ah, caso precise de um auxílio, conte com uma profissional que empreende para atender as necessidades de mercado, com formas criativas e sustentáveis, tanto ecologicamente, quanto financeiramente. Conheça o Studio MS Arquitetura!

Gostou do blog? Compartilhe com seus amigos e até o próximo conteúdo!

Receba os conteúdos primeiro!

Deixe seus dados para receber semanalmente nossas dicas e conteúdos,

4 + 7 =